19/05/2015

Despedida

2 comentários:
Mal nos despedimos e já sinto sua falta, é estranho, parece que nunca mais vamos nos ver. É sempre assim, todos os dias, não importa meu humor nem qualquer outra coisa, você sempre faz falta desde o primeiro segundo que se afasta de mim com passos lentos, e aquelas suas olhadas discretas para trás, que só fazem meu coração pulsar ainda mais desesperado, implorando para que você volte.
E ainda tem vezes em que nos enganamos, achando que já conseguimos dizer "tchau", mas quando menos esperamos, voltamos correndo e num abraço nos acolhemos, como se aquilo significasse que não haveria mais uma partida, que você não iria mais ter que ir. Só que não tem jeito, uma hora você sempre tem que ir embora.
Claro que não fico feliz, mas aceito, e te beijo, e acredite, esse beijo de despedida é o mais dói ao terminar; lentamente nossos lábios vão se desgrudando, e meu coração palpitando, meus olhos se enchendo de lágrimas, você me beija na testa, e eu ainda não quero te deixar partir, seguro sua mão, e bem devagar vamos soltando-as, doloridamente. Parece mesmo que uma parte de mim foi arrancada quando você se vai.
Ah! Por favor, eu te peço, não vá mais embora, não se despeça mais, não fuja de mim, não me deixe aqui. O tempo sem você demora uma eternidade para passar, e sinceramente, não sei se consigo suportar.
Não vá embora, pois sem ti nada faz sentido, até porque, que sentido há em viver sem você?




25/04/2015

Sonhos se realizam?

Nenhum comentário:
 Olá fofuras, sejam muito bem vindos ao DCT, esse é apenas o primeiro de muitos posts que virão por aii... 

~ enjoy ~

 Como o nome do blog remete a essa ideia, nada melhor do que começar falando sobre o assunto.
Numa aula de E.C (Ética e cidadania) semanas atrás, minha prof. ª nos fez pensar se os sonhos se realizam mesmo, afinal. A princípio minha resposta parecia óbvia; sim. No entanto, não é bem assim, os sonhos não são palpáveis, já os objetivos são. Então o que temos de fazer é transformar nossos sonhos em objetivos, fazer planos, traçar metas, nos esforçar, para que assim consigamos alcançar o que desejamos. 
Chega a ser confortante pensar que, ninguém além de nós mesmos, tem capacidade de realizar nossos próprios objetivos, pense assim; se você quiser, você pode e consegue o que quiser.
No decorrer da aula, cada aluno fez uma lista com seus objetivos derivados de seus sonhos, e pensamos em como podemos realizá-los. 

Apenas quis trazer isso aqui para uma reflexão, comente sobre o assunto abaixo nos comentários.
Obrigada pela visita, volte sempre *-*

XOXO

Rebeca.